09
jul

Que a sociedade te pressiona para levar uma vida clichê, não é segredo para ninguém. É assim que eu vejo. As perguntas que as pessoas fazem, são sim como uma pressão. Se você namora, perguntam sobre casamento. Se você casa, perguntam sobre filhos. E assim vai…E você teria que viver do jeito que todo mundo pensa que é o ideal. E se eu não quiser ter filhos?

Quando alguém me pergunta se estou namorando, e a resposta é negativa já vem o papo: você precisa sair pra tal lugar, vou te apresentar fulano. Calma aí, migas. Não vou pra lugar nenhum e nem quero conhecer ninguém. Se pra você parece um bicho de sete cabeças estar solteira, no frio em um domingo, pra mim parece um sonho.

Claro que talvez um dia quem sabe eu me apaixone e queira estar com alguém. Mas aí é outra ordem. A minha ordem, das minhas coisas, de como eu quero levar a vida. Querer estar com certo alguém, não querer estar com (qualquer) alguém, entende?  

É engraçado, como as pessoas acham uma pena elas mesmas, ou alguém estar solteiro. Meu bem, eu tenho muito o que viver ainda antes de me prender a alguém (e não tô falando de pegação). Se eu estiver com 25 anos, solteira e feliz não quer dizer que eu vou ficar pra titia em uma casa cheia de gatos (clichê). Quer dizer que eu tô muito nova ainda pra ficar me preocupando com o que você acha que eu deveria estar fazendo com a minha vida. 

large (1)

Não que eu veja o fato de ‘estar com alguém’ como uma prisão. Mas acho que em certas coisas, isso corta minhas asas. 

Eu juro que não sou nenhuma psicopata, muito menos infeliz. Eu estou ocupada com um milhão de outras coisas, pra ficar me preocupando se um dia eu vou encontrar o amor da minha vida. Ele que me procure porque eu, no momento estou ocupada. É que vem uma lista enorme cheia de ‘eu’ como prioridade, pra eu sequer querer ou pensar em sair “a caça” por aí.

Se eu quero ir para balada só dançar com as amigas, também não quer dizer que eu tô desesperada. Muito menos piriguetando e indo beijar um desconhecido. Tem tantas formas de se divertir, pra que é que eu preciso de alguém controlando isso?

Daqui dois anos, ou um mês eu posso ter dado uma chance pro carinha que mora logo ali, ou me apaixonar por alguém que entre na minha vida sem pedir licença. Mas por enquanto, estou querendo estar assim: muito bem acompanhada por outros seres (migos, migas) que não me chamam de namorada. 

Snap: GabsVerissimo | Instagram: @GabsVerissimo

08
jul

Definitivamente, tag não é uma coisa muito comum de se ver aqui nos posts (essa é a primeira). A Nats do blog Além do meu mundo quem me tageou, e resolvi fazer uma coisa nova aqui. Não foi tão fácil responder sete coisas para cada tópico, mas fiz tudo, se não num vale…

7 coisas para fazer antes de morrer:

1. Conhecer a casa de Anne Frank (Amsterdã)

2. Fazer um intercâmbio

3. Saltar de asa delta

4. Visitar o museu do Titanic

5. Me batizar rs

6. Realizar um sonho dos meus pais

7. Ficar/estar satisfeita com quem me tornei como pessoa.

7 coisas que eu mais falo:

1. “Meu” (de gíria, não de posse) | 2. Não é mesmo? | 3. Afffffffffffff | 4. Ah vá! | 5. Mas gente… | 6. Que absurdo | 7. Ô!

7 coisas que eu faço bem:

1. Escrever (modesta parte k k k)| 2. Dançar (ou não) | 3. Mudar o humor de quem precisa | 4. Aconselhar as miga (e os migo tb)  | 5. Dirigir (eu não disse nada sobre manobrar) |6. Falar muito :D | 7. Não guardar rancor (isso é de fazer?)

7 coisas que não faço bem:

1. Qualquer esporte | 2. Nadar  | 3. Cantar | 4. Mentir (sem brincs) | 5.  Ficar pronta rápida | 6. Ser carinhosa k k k (exceto com meus irmãos) | 7. Memorizar caminhos

02

7 coisas que me encantam:

1. Os sonhos | 2. O céu| 3. Novos lugares | 4. Fotografia | 5. Pessoas boas | 6. Música | 7. Histórias reais

7 coisas que eu amo:

1. Família | 2. Meu blog rs| 3. Ficar sozinha | 4. Ver séries | 5. Ser mimada rs | 6. Trabalhar | 7. Viajar

7 coisas que eu não gosto:

1. Gente traiçoeira | 2. Que duvidem de mim | 3. Gente que não cumpre o que fala | 4. Malhar | 5. Tomar chuva | 6. Acordar tarde | 7. Caminhar muito rs

7 blogs que eu indico:

1. Não Provoque | 2. Hey CarpeDiem | 3. Blog da Lê | 4. Amante de rímel | 5.  Radioactive Unicorns| 6. Bolas de meia | 7. Alem do meu mundo

Não sei se quem a gente indica na tag, está indicado a fazer. Coloquei os blogs que gosto! :D 

Quem quiser responder tb, fique a vontade!

Sei que tive que refletir, filosofar, dar uma pausa e voltar em alguns itens pra tentar responder. Ô negócio difícil. 

Beijox <3

Snap: GabsVerissimo | Instagram: @GabsVerissimo

07
jul

Antes de mais nada: não. Não sou uma sortuda, ryca ou filhinha de papai que ganhou um brinquedo novo haha. Só Deus sabe há quanto tempo eu queria essa câmera, e quanto trabalhei pra ter :) 

E antes de mais tudo: Este não é um post que vai explicar todas as funções da câmera, muito menos em termos técnicos. Então, vamos pro resto:

Historinha: A T5i não é uma consequência só do blog, mas também da minha paixão por fotografia. Desejava uma câmera semi profissa, bem antes de ter o blog. Amo fotografar em geral, e momentos dos meus irmãos também, que estão crescendo rápido e registrar cada momento é importante. O blog pode ter ajudado a fortalecer essa vontade, mas tenho outras razões tb. 

02

Apesar de (antes) o blog não ter muitas fotos autorais, acredito que tenha dado para perceber que as desse post não foram tiradas com meu celular kakaka. Já tinha ouvido falar muito dela, sabia da qualidade e lentes. Mas nada como ver na nossa mãozinha, e tirar as nossas fotos e se emocionar kakaka,

Não peguei nenhuma lente (além da que vem no kit), mas você pode escolher na hora da compra. Fiquei na dúvida entre a 50mm e a 18-55mm. E acabei escolhendo esta última opção. Ela tem foco silencioso (vídeos agradecem), zoom e é meu amor. 

03

A tela é touch, isso ajuda a focar para auto retrato e vídeos. O visor pode “sair” do corpo da câmera, e ser virado para você e pra onde cê quiser (esqueci de tirar foto dela assim, ops)! O único quase contra dela, é a bateria. Ela não dura tanto, por isso é bom uma bateria extra (que não é o meu caso, droga). 

Como moro em SP, pesquisei os preços por aqui. Descobri que na Paulista era um bom lugar. Então, fui em todos os boxs possíveis, ver quais eram os preços dos vendedores que tinham por lá. Pedia um cartãozinho pro vendedor, e anotava o valor da câmera no box dele, lá. Assim comparei até lá e comprei no que fez um preço melhor. Comprei um tripé, controle e uma bolsa pra carregar a câmera também. Não, não vou falar o preço, mas recomendo a compra lá. Tem garantia e NF sim! Para acessórios de câmera também, como lentes por exemplo…os preços lá são beeem melhores que os da internet. 

04

Sei que muita gente que me acompanha tem blog e vontade de ter essa câmera. Meu conselho pra você: calma! Tudo tem seu tempo e o momento de você ter a sua vai chegar também, é só você ter foco e se esforçar. Aliás, para tudo na vida, né? 

As vezes temos pressa das coisas, queremos nossos sonhos logo em nossas mãos. Mas se fácil vem, fácil vai. Então respira, agradece o que você tem e vai atrás do que você quer sabendo que é uma escada. Conquistamos um pouquinho a cada dia. As grandes coisas são construídas com pequenos passos. 

Pra quem quer dicas de como juntar dinheiro, eu dou dicas valiosas nesse vídeo AQUI. Vai ser útil pra você também! :)

Fiquei super feliz com minha nova ‘conquista’ e agora sim: vão ter vídeos com uma qualidade legal no canal também.

Depois de filosofar horrores, vou encerrar por aqui. Qualquer dúvida, podem perguntar nos comentários. 

Beijão! – Snap: GabsVerissimo | Intagram: @GabsVerissimo

“Obrigado Senhor”.

 

06
jul

Pra quem assistiu meu vídeo “Zica da Vida“, viu que há um tempinho atrás eu passei por uma maré – e que maré – de azar. Com tudo que eu queria ou pretendia fazer, dando errado. E quem nunca passou por isso, né? A vida é feita de fases e isso é igual pra todo mundo. O que muda, é a forma de você lidar com isso.

Confesso que de início, não lidei da melhor forma que poderia. Rolou sim aquele estresse, uma pitada (grande) de inconformação e mais um monte de bobagem.

Ok, estava tudo dando errado, mas…o que eu poderia fazer? Ficar mau humorada ou tentar de novo? Ficar com raiva da vida ou procurar outras coisas para fazer e tentar? Meu computador (que estava no moço q arruma), por exemplo, não ia chegar mais rápido se eu xingasse o mundo todo. Então depois de entender, que não adianta lutar contra o que você não pode, você deve levar isso da melhor maneira que você puder. Isso é sua vida, são seus dias e você quem decide como vai ser.

000

Então, comecei a ver o que poderia fazer de diferente. Comecei a olhar a situação de um outro ângulo, contando até dez e respirando fundo. Afinal, é muito fácil aceitar o que vier, sentar e reclamar. Quero ver é sair da zona de conforto, combater o próprio humor e a forma de ver as coisas que você não pode controlar.

Então realmente, você não pode controlar as coisas que acontecem com você. Mas pode controlar o que você vai fazer com isso. Então dane-se. Mesmo quando tudo dá errado, quem está no controle é você.