Resenha do livro “O Caçador de Pipas”
09
set

Quem nunca leu um livro por indicação? Eu já. E esse veio de uma amiga, de muito bom gosto para livros… “O Caçador de Pipas” me prendeu de tal forma, que li (devorei) o livro rapidinho. O cara (vulgo Khaled Hosseini) que escreveu foi tão bom que decidiram até fazer filme! Então se você não gosta de ler, não vá ver o filme. O livro é BEM mais legal HAHAHA.

1A história envolve diversos tipos de sentimentos. Tem um momento do livro para cada um deles. Mas o mais intenso é: culpa, culpa e…culpa!  Tudo começa em Kabul no Afeganistão. Mais dois meninos, muito amigos.  Fazem tudo juntos. Inclusive, decidiram participar de um torneio de pipas juntos.

E é neste dia, que acontece algo (que eu jamais, nem sob tortura vou contar) muito ruim, que muda a vida dos dois para sempre! É incrível que, tudo que acontece depois, envolve o ocorrido no tal dia! É culpa desse dia, não das estrelas. Pelo menos nesse caso (hehe).

2

A revira-volta da história, as consequências, as sequelas e a vontade de voltar atrás. Tudo te faz pensar em como seus atos podem ter consequências, não só na sua vida, mas na de outras pessoas também. O que não é mentira…

Conta uma triste realidade que vivemos hoje, e o reflexo que traumas causam. Se passa em uma cultura diferente, envolve realidade e a ficção da história.

3

Por você eu faria isso mil vezes!

É uma frase que vai ficar ecoando em sua cabeça, caso esse post te faça ler o livro, você vai lembrar de minhas palavras…muahahah

Sabe o que dizem sobre os livros serem muito melhores que o filme? Então! Eu concordo plenamente. Mas como sou curiosa fui ver o filme! Senti uma falta enoooorme de muita coisa, não me passou diversas emoções que senti lendo. Mas o filme não deixa de ser bom porque eu sou chata hehe

4

Você pode assistir ao filme online AQUI.

É isso galere!

Até o próximo post! Besoussssssssssssssssssss

Comentários